Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

DA TUA GRANDEZA APRE[E]NDIDA

Quem te ensinou a inclinar o corpo para a direita enquanto sorri após uma boa ideia? Quem te ensinou a demorar abraço? Quem te ensinou a dizer essas coisas todas que [me] são importantes?  Quem te ensinou a curar a dor de palavra frágil até transformá-la em figura de linguagem? Quem te ensinou a sobreviver com tanta delicadeza?!

DO AMOR QUE SE GRITA PELA JANELA

Ele jura pelo Cash que seu amor equivale a toda poesia que derrama nas paredes, nos lençóis, na sua maneira desajeitada de fazê-la importante. Ele jura, declamando versos urgentes decorados com rima sofisticada e obscena, que ela o melhora a cada dia. Ele pede, com toda ternura de quem grita pela janela, que ela fique. Pelo menos uma vez para que seja para sempre.