Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

LADAINHA

Eu te contei em diversos pedaços de orações. Todas elas sem santidade alguma. Sem compaixão. Com alguma fé. Com muito desejo. Em alguns rabiscos hostis. Com cuidado precário. Com vontade de dar certo. Em profecia duvidosa. Com amor. Implorando cura. Adiando fim.

SOBRAS

Sobra tudo: tempo, silêncio, pronome obsessivo, tensão subordinada e desmedida. Sobra um tanto da gente que a gente não diz que a vida fica assim: com orações sem fé e excesso de incompletudes.