Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2009

POESIA EM LINHA RETA

Escrevo poesia em linha reta, sem espaços, em parágrafos, porque é assim que você me lê. Se fosse poesia como todas as outras, seria arte. E eu não preciso que perceba tendências, gêneros e advérbios em mim. Escrevo em primeira pessoa para não denunciar uma segunda. Abuso de disfarces desnecessários. E rejeito interjeições.
["... Acenderei luzes na minha porta e falaremos só o necessário." Hilda Hilst]