Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

PRECISAMOS ACREDITAR EM MILAGRES TOLOS

Andei pensando nas coisas que você me disse. Nas coisas que não dizemos para qualquer um. Nas dores que sentimos para não machucarmos o outro. Nas dores que sentimos porque elas existem. Andei pensando na nossa última conversa. Aquela que você resgata o quanto me adora e me odeia. Aquela que diz que [ainda] estamos ligados por algo que [ainda] não fizemos. Aquela que você diz que temos uma música mesmo sem uma história. Andei pensando na possibilidade de deixar os meus motivos de lado para que você possa fazer as coisas do seu jeito, mas aí esbarro com os seus dramas e as suas crises [aquelas que te afastam de mim], e fico na dúvida se você é capaz de sozinho, nos aproximar de verdade. Andei pensando em como complicamos tudo e como isso uma hora pode cansar e não dar em nada, mesmo tendo quase duzentos e sessenta semanas de milhas rodadas e desgastadas em alguma vontade reprimida.

O QUE SABEM DELA CABE NO QUE FALTA

Ela é toda precipitada. Adianta falta de raciocínio. Gesticula ansiedade à margem do precipício. Continua os fins sem inícios e somatiza o que não cabe na gramática. Ela é insuficiência cardíaca por mau uso e de fino trato. Ela é autorretrato recortado.