Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

THESE THINGS TAKE TIME

Em algum momento – e confesso a estupidez de não saber exatamente quando – a vida se tornou substantivo diminutivo. Os parágrafos todos foram compactados em pequenas frases de palavras tensas e breves. Em (des)confortantes versões das mesmas coisas. E nessas horas, prefiro ouvir qualquer coisa do Tom Waits. É, qualquer coisa. Long way home...
[Em memória de Dudu Caribé, todo o meu carinho. "Diorio na Colina" sempre será a minha faixa predileta. E saiba: sentirei saudades.]

SOMEDAYS

Alguns dias não são realmente [só] seus. Eles são bem mais plurais. E em 2009 não foi diferente. Os meus planos rápidos de felicidade foram cumpridos na medida do possível e por que não dizer, de maneira desmedida. Nem exata. Nem pouca [...] Os exercícios literários ganharam cores. Os 23 anos de amizade foram comemorados. Os sorrisos [quase] todos se repetiram. [Alguns deles foram embora, admito]. As cervejas ganharam novos endereços. E com isso aumentamos a nossa lista de lugares prediletos para estar junto. A Gi voltou para o Brasil. [E foi dela o abraço mais cheio de saudade de 2009 - talvez porque ele não acontecia desde 2004]. Juquitiba foi cenário de um dos finais de semana mais divertidos da tal da "nona turma". Buenos Aires foi o meu roteiro "a la Cameron Crowe". Teve mapa. Trilha sonora emprestada. Encontros [im]prováveis. E como numa [re]leitura de um clássico, a ída para o Grand'Hotel após 6 anos, teve sua versão de vanguarda. InRainbows foi a junção…