segunda-feira, 9 de julho de 2012

COMO SE FOSSE WOODY ALLEN


Se pudesse, narraria os próprios diálogos. Aquela coisa quase-legenda-explicativa-desnecessária daquilo que se disse e o que se quis dizer de fato. Se pudesse, faria como Vicky e Cristina em Barcelona, mas [lhe] faltava certo requinte, ainda mais em comédias românticas. Ainda mais quando impor a própria  presença se faz redundante. 

Se pudesse, narraria os diálogos que não eram seus, como se fosse Woody Allen e suas Melindas. Mas ser como Woody Allen dava trabalho, ainda mais quando se tem como verdade a versão que [lhe] convém. Ainda mais quando, ironicamente, a rima pobre se faz presente entre comédia e tragédia.

14 comentários:

  1. Gosto do jeito que você escreve: é bem escrito e fácil de ler. Não gosto quando a pessoa rebusca tanto que nem dá para entender.

    Não sei escrever textos curtos como os seus hahaha =/

    ResponderExcluir
  2. interessante o texto...gostei do modo de escrever...

    ResponderExcluir
  3. Curti muito o texto e uma boa referência a Woody!

    abraço,
    www.todososouvidos.blogsot.com

    ResponderExcluir
  4. But you can, you can... sure you can, C'mon Taty, c'mon, I-I-I didn't mean to misunderstand you that time... I said, "Go for it, but use your ideas your creativity, I mean, well I mean. i-I just don't know, but go fot it! Dust away, you can do it, you can be based on me to write, to tell, to use me as a reference... cmon, no problem!
    Your friend, Woody

    ResponderExcluir
  5. Eu traduzi teu posto pro Woody e ele falou isso para mim, aí transcrevi para vc!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SR. Quintella... sempre com bons amigos! Risos...

      Excluir
  6. ótimo texto, valeu a referência a Woody muito criativo e bem feito!

    ResponderExcluir
  7. Narrar diálogos é legal. Principalmente quando são interessantes.
    Belo texto!
    http://oicarolina.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Lindo texto, referência a Woody nota 10 *-*. Blog lindo!

    Seguindo seu blog!
    http://cappuccinoeaconta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. excelente texto, breve, objetivo e claro. Aguardo sua visita.
    www.blogdapreta.com.br

    ResponderExcluir
  10. quem dera a vida da gente pudesse sempre ter um "q" de wood allen. gosto tanto dessa última fase da carreira dele, ele filmando fora de NYC, "tudo pode dar certo" é genial, o personagem principal olha pra camera e fala com os espectadores, ele sabe que estamos alí, analisando a vida dele, tecendo opinões e etc... quando teremos essa consciencia de q enquanto no mundo, todos sabem e opinam sobre nós...

    ResponderExcluir