quinta-feira, 19 de junho de 2008

SUI GENERIS

Você erra em teus modos. Erra a tua distância. Erra quando me quer em releitura. Erra quando não percebe que adoro vê-lo fazendo a barba pela manhã e tenta fazer graça - quando o que quero é o silêncio do seu sorriso. Você se distrai. Provoca improvisos. Decora discursos mal elaborados e erra quando tenta consertar o que é tão sui generis em você. Você erra quando pede licença. Você degusta as minhas pausas e erra ao achar que sabe das coisas que eu nunca disse. Você insiste em listar motivos. Motivos que só você poderia dar importância. Você me (in)completa. Você é parte de mim que nunca senti falta, porque eu não sabia que precisava.

15 comentários:

  1. Tom de lamento, de queixa...

    ResponderExcluir
  2. Não sei exatamente o porquê, mas achei que seu último e-mail tem a ver com o que vc escreveu. Não acho que seja um tom lamurioso, antes de constatação... Será?

    "Erra quando me quer em releitura...". Sabe que eu sou contra releituras... Mas de vez em quando sou surpreendido por elas!!!!

    Beijos, saudades, GE.

    ResponderExcluir
  3. Rádio Adcampos20 junho, 2008 21:45

    Você parce não saber o que quer.
    está confusa.

    acesse:
    www.radioadcampos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. muito obrigado pela visita espero que voce goste do blog e volte mais vezes q vc descobre uma coisa nova por dia

    ResponderExcluir
  5. Erro é inevitável, erramos quase em tudo ou por ilusões ou desejos.


    Abraço

    ResponderExcluir
  6. saudade de passar aqui! tudo muito corrido do lado de cá...
    bjos!

    ResponderExcluir
  7. Tati escrevendo pra caraleeeooo como sempre. Quando vamos sair pra beber menina? Vc vive com agenda lotada. Não esquece das amigas né. Bjx.

    ResponderExcluir
  8. Puts gostei, um texto pequeno que mostra realmente q pekenas coisas fazem diferença..


    http://www.sonacachaca.com

    ResponderExcluir
  9. O post sobre a origem das músicas é um quadro que estreei na última quarta.


    Todas as quartas vou postar sobre esse asssunto.
    Se quiser, volte.
    :D

    Não deixe de visitar:
    And I Said Goddamn!

    ResponderExcluir
  10. É Tati, tem gente que não consegue acertar ...assim é melhor mudar....

    ResponderExcluir
  11. Um poema em prosa - e bastante razoável.
    Clarice + Marianne Moore.
    Virgínia, do post anterior, não.

    Abraços

    ResponderExcluir
  12. gostei do, vc erra ao tentar consertar oq é tao sui generis em vc.
    bjos

    ResponderExcluir
  13. Um pedaço pequeno, mas que escancara.
    Lindo texto.
    Vou voltar!

    ResponderExcluir
  14. Q bacana, até lembrei de como eu tb já erei muito..! hehehe... Mas é vivendo e aprendendo!

    ResponderExcluir