sexta-feira, 9 de setembro de 2016

SOBRAS

Sobra tudo: tempo, silêncio, pronome obsessivo, tensão subordinada e desmedida. Sobra um tanto da gente que a gente não diz que a vida fica assim: com orações sem fé e excesso de incompletudes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário