segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

SÃO TODAS COISAS SUAS

Aquele seu assovio que [me] amanhece junto de cada manhã. Aquele entusiasmo fora de propósito e sem explicação. Aquela falta de sutileza em desconsertar quem não é capaz de formular a própria opinião. Aquela facilidade irritante de transformar qualquer diálogo nosso em verso e quase canção. Aquelas migalhas do dia que você junta e faz pedaço de oração. Aquela sua falta de deus que perturba a bondade que os outros enxergam em você, embrulhados em desconfiança. Aquela sua falta de moral ainda que seja dono de bons costumes. Aquela sua maneira esquisita de estar só que nem sempre consegue pedir para acompanhar. São todas coisas suas que perturbam a ansiedade do meu pé ante pé. 

Um comentário:

  1. 'Aquela facilidade irritante de transformar qualquer diálogo nosso em verso '

    Que lindo !

    Parabéns pelo o blog ! Amo o que eu leio aqui !!

    ResponderExcluir