quarta-feira, 24 de abril de 2013

COR DE LARANJA



E no final das contas era tudo culpa da cor do cabelo. Clementine pintava de azul para esquecer o que a maltratava, mas a pequena do Chico entendeu mais depressa que pintar de laranja era sinal de que tudo ficaria bem, ainda que o amor se perdesse no largo espectro de suas idades.

12 comentários:

  1. "encontre-me em Montauk"

    Belos textos, li esse e mais outros...mais outros... muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Òtimos textos, li vários também...parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  3. lembrei-me do "laranja" de maria gadú.

    ResponderExcluir
  4. Não sei por que, mas cabelos laranjas sempre me lembram do filme "Corra, Lola, Corra" rs

    ResponderExcluir
  5. Um belo texto!
    Faz uma conexão visual bem legal e nos deixa querendo que se prossiga a trama!
    Parabéns!


    Visite o meu blog, onde coleciono os meus escritos: http://boareligiao.blogspot.com.br/
    Entra também na minha comunidade. Isto é muito importante para mim! http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=94533076

    ResponderExcluir
  6. A gente sempre tenta se reformar, transformar. "Passar mais uma mão de tinta" pra esquecer quem a gente é, tapar os nossos buracos, incluindo aqueles deixados por um amor.

    Já eu, sou uma carioca apaixonada por São Paulo. Pela vida Paulistana, pelo clima urbano e cosmopolita, que o Rio tão provincial, embora exorbitantemente pelo, não tem.
    Costuma vir ao Rio?

    ResponderExcluir
  7. parabens pelo blog! muito bom!

    http://www.facebook.com/kelecatura
    http://kelecatura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Poucas palavras, uma explosão de sentidos. Poucas linhas, tantas entrelinhas. Abraços e sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
  9. Lendo seu texto, me lembrei do filme "Brilho eterno de uma mente sem lembranças" com Jim Carrey e Kate Winslet, quando ela pintava o cabelo de acordo com humor, ou situação da sua vida. :)

    ResponderExcluir