quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

DOR

Hoje soube que você foi para outro lugar. Um lugar que eu não vou visitar porque de alguma forma você também não estará lá. Não sei de quem foi a ideia de fixar lugar para ausências. Hoje também senti a sua falta mais do que ontem. Menos do que alguns outros dias, mas o suficiente para ser dolorido. Tive vontade de brigar de novo com Deus. O seu, o meu, o de quem tivesse passando por mim. Hoje eu acordei e tive vontade de contar coisas que ficaria orgulhoso de saber, mas aí percebi que já faz tanto tempo que você não sabe nada de mim que doeu. Doeu tanto que te fiz parágrafo, porque não consegui [te] fazer poesia.  

12 comentários:

  1. Nossa,mas que texto lindo,representa como se tivesse sido oferecido a algum ente querido que já não se encontra mais neste plano.Bela inspiração,continue assim!

    ResponderExcluir
  2. Como poeta eu posso dizer que esse é um belo texto, viu? Gostei!!!
    Até mais, abraços e escreva mais textos como esse!
    Gosto desse estilo.

    ResponderExcluir
  3. é algo que não podemos ver mas podemos sentir

    ResponderExcluir
  4. Lindo , lendo esse texto lembrei do meu vôzinho . Ausência que eu sempre quis que não existisse :( .

    ResponderExcluir
  5. E quanta poesia cabe dentro de um parágrafo...

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito e cheio de sentimento.

    ResponderExcluir
  7. Sabe, poderíamos trocar parceria... O que acha?
    Procure por Sempre Lesstack, caso se interesse entre em contato.

    ResponderExcluir
  8. Achei muito bonito com sentimentalismo puro.

    ResponderExcluir
  9. Dor é muito dificil de superar. Mas com o tempo agente supera e muito.

    http://rodrigobandasoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Um sentimento muito doloroso. Que muitas vezes se torna veneno em nossas veias, tornando-se raiva ao ponto de desejar que a pessoas que mais amou nunca tivesse existido.

    ResponderExcluir