quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

FINHO [05.12.2012 - ESPAÇO CULTURAL WALDEN]



No final de 2010 comecei a escrever um projeto chamado CENAS DE SÃO PAULO para o De Analgésicos & Opioides [ainda inédito], e foi praticamente impossível não usar a música "São Paulo" como ponto de partida. O menino, que me emociona toda vez que pede para São Paulo despertar no final da música é ele, que não me conhecia até outubro passado, embora eu o já conhecesse, de alguma forma, há tanto tempo. Por tantas vezes a voz e a poesia dele estiveram no repeat enquanto eu escrevia minha prosa-poética. E hoje, meio a paredes pichadas e um encontro entre amigos, lá estava ele, nos presenteando com a música que se confunde com a sua literatura. 

E entre uma música e outra, me disseram ao pé do ouvido: "Fico aqui pensando nas pessoas que estão perdendo isso". E eu, dentro do meu realismo fantástico, pensei o quanto queria estar ali e em mais lugar nenhum. 

P'ra ouvir: http://grooveshark.com/playlist/365+365/80082836 
P'ra ler: Poemas de Combate

10 comentários:

  1. E eu perdendo isso, um dia me mudo pra capital de vez rsrs

    ResponderExcluir
  2. Linda foto e belíssimo texto, Tati. Até deu vontade de reativar o meu blog.
    Parabéns, querida! Foi muito bom te conhecer ontem. Pressinto uma duradoura amizade começando.
    KISSes!

    ResponderExcluir
  3. Olá, muito legal seu post. Não conheço a música "São Paulo" :( .

    ResponderExcluir
  4. Mais um texto ótimo... Vou conferir o link!

    ResponderExcluir
  5. As pessoas estão em vários lugares, fazendo várias coisas, elas perdem o q vc faz, vc perde o q elas fazem.

    ResponderExcluir