segunda-feira, 15 de outubro de 2012

NÃO É MAL ENTENDIDO



Voltei a ter noites compridas e com doses doentias de café. Deixei de escrever alguma dúzia de parágrafos como se comprasse orações [in]subordinadas em liquidação. Voltei às minhas ironias. Aquelas que você não gosta porque não as entende. Aquelas que você acusa de mau humor. Aquelas que eu uso quando você insiste em se colocar no centro do mundo sem qualquer plano cartesiano. E antes que me acuse de mais alguma coisa que você desconheça quero que fique bem claro que você é incrível quando não é você. E eu nunca achei que um dia diria isso a alguém.

12 comentários:

  1. po que texto louco..... essa parada de poesia e bacana mas eu naum entendo..sou superficial e acho...kkkk!!

    http://www.facebook.com/Nerdofobia

    ResponderExcluir
  2. Essa noite te inspirou a escrever um belissímo texto, um pouco complicado de entendimento mais muito profundo gostei muito, para mim o trecho "você é incrível quando não é você" é fantástico, mas uma vez parabéns!

    ResponderExcluir
  3. É o bem entendido, meio parágrafo basta!

    ResponderExcluir
  4. O importante é que foi você naquele momento ali com doentias doses de café...

    ResponderExcluir
  5. "Voltei às minhas ironias. Aquelas que você não gosta porque não as entende."

    Sorri com o canto da boca quando li isto...belo texto!

    Beijos pra ti

    ResponderExcluir
  6. Como assim, então o meu eu não te agrada?

    ResponderExcluir
  7. Adorei,assim como a Maria Rita também sorri quando li a parte "das ironias" rsrs

    ResponderExcluir
  8. Isso é a cara do meu ex. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  9. Oi Tati!
    Obrigado pela visita ao meu blog e aos comentários interessantes e de quem é inteligente! Sinto falta de comentários como os seus.
    Obrigado e sempre acompanho o que tu escreves no Face.
    Abração!
    Micael

    ResponderExcluir
  10. hahaha que legal! o final deu um tom bem gostoso ao texto!

    ResponderExcluir