quarta-feira, 4 de abril de 2012

A NOSSA VERSÃO JULES & JIM


Ele diz: “Somos quase na realidade Jules e Jim correndo pelo corredor apostando quem chega primeiro”.

Ela, que não costuma decorar vergonha, que vive exibindo um sorriso malicioso, que não permite silêncio que não seja proposital, que ama a ideia do amor, que é cheia de caprichos e de diálogos explícitos, reage com silêncio. Um silêncio não-proposital. Um silêncio nervoso. Sabia que naquele momento, poderia amar os dois. 

31 comentários:

  1. O que eu gosto em seus textos é sua descrição detalhada sobre os personagens. Dá pra construir uma dramaturgia em cima disso! Muito massa...
    Abraço!





    http://alteregodonuti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Curto, mas profundo. Gostei!

    ResponderExcluir
  3. Eu quero maiss... Ficou com um gostinho de quero mais! aushau
    :D

    ResponderExcluir
  4. confesso que não entendi nada

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post,adorei o blog e to seguindo..

    Se quiser visitar o meu fique a vontade

    http://bruhbrito.blogspot.com/

    Se quiser seguir e comentar fique a vontade também..

    Beijo e sucesso!

    ResponderExcluir
  6. Ah, escrever é bom, né?
    Eu também gosto!

    ResponderExcluir
  7. texto pequeno, mas muito bem escrito

    http://rocknrollpost.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Tati.
    Você escreve suavemente bem, usou uma comparação Jules e Jim para no final dizer que a mulher sabia que naquele momento poderia amar dois.
    O que me leva discordar do Johnny Depp "Se você acha que ama duas pessoas ao mesmo tempo, escolha a segunda. Porque se você realmente amasse a primeira, não teria uma segunda opção."
    Eu acredito que o ser humano pode amar duas pessoas ao mesmo tempo, amamos dois filhos, dois avós, dois avôs... Porque não poderíamos amar duas paixões?
    Imposto pela sociedade que o amor, é fiel, "quem ama não trai"... Reprimimos amores de todos os lados, reprimimos empolgações, reprimimos nosso "euamor"
    Gostei. Parabéns.

    http://amorlazarentoamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. massa....
    http://www.dicasdadacy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nenhum silêncio diz mais do que quando os amantes se calam.

    http://www.papel40kg.com/

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde.

    Se gosta de calçado artesanal português aproveite a oportunidade para visitar o meu blog.

    Cumprimentos

    Grato pela Atenção

    Portugal Lux

    ResponderExcluir
  12. Olá :)

    #adorei

    Bem curtinho, e gostoso de ser lido...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Ah os mistérios do nosso coração, porque uma mulher consegue amar dois? ;)
    Vem do 'Coração de mãe sempre cabe mais um?' Nós mulheres somos seres amáveis e que sabemos como amar.

    ResponderExcluir
  14. Muito bom o texto, cheio de detalhes e expressões.

    abraço,
    www.todososouvidos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Escrever pouco, de forma sutil e ainda detalhada, não é para qualquer um. "Decorar vergonha' foi ótimo.

    ResponderExcluir
  16. Vim retribuir a visita, gostou da fotinho do coelhinho da Páscoa? ahuahuah
    Não tenho conta lá então não dá pra add, mas vou dar uma olhadinha no seu flickr, beijão.

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito , se você continuar assim vai longe ...

    ResponderExcluir
  18. bom texto.

    gostei de toda a maneira como você explica a situação, e toda a profundidade do texto que vem junto.

    http://mundostreze.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Será que dá pra amar dois mesmo?
    De uma vez? hehe

    ResponderExcluir
  20. bom texto.
    as vezes esse silêncio que a pessoa faz é foda

    ResponderExcluir
  21. Muito bem escrito. *-*
    PArabéns
    Sucesso

    ResponderExcluir
  22. Um texto tão pequeno, mas tão profundo.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  23. O silêncio é perturbador, nem sempre um texto grande equivale a ser bom, gostei..

    ResponderExcluir