sábado, 1 de janeiro de 2011

ABSURDEMOS A VIDA, DE LESTE A OESTE

Não precisa ser pouco, nem exagerado, mas não aceito nada que não seja o bastante. Não depois de praticar os breves planos de felicidade e os tornar grandes. Não depois de responder com coragem aquilo que a vida queria de mim [não  foi assim que Guimarães Rosa disse?!]. Não depois de dar chance à vida, dela ser melhor do que eu poderia ser com ela.  Um ano que cabe em alguns parágrafos, cabe também no tamanho de sentimento grande. E todo sentimento grande  é marcado por [re]encontros. E eu não sei como você, que me lê, entende isso, mas reencontros geralmente tendem a ser exagerados e piegas, e os meus foram [des]medidos e precisos pela grandeza. 

E por tudo que me faz repleta de obrigadas [assim, no plural], não posso aceitar menos que o bastante para daqui por diante. Não depois de ter Ocean Rain na íntegra e bem de pertinho [sim, sim, Echo and The Bunnymen continua fazendo parte da trilha sonora da minha vida]. Não depois de voltar a ver delicadeza em Belle and Sebastian também de perto e [des]provida da ausência que ainda é presente. Não depois de sorrir e cantar junto com o irlandês Glen Hansard e com a tcheca Markéta Irglová numa noite incrível de poesia erudita, de folk, de pop, de rock. Não depois de encontros cotidianos com os amigos ao som de Chico  [faltou o Chico, mas tudo bem, em 2011 a gente dá um jeito de ser mais completo].  Não depois das várias cervejas cercadas de deliciosos risos, nem dos cafés com canela acompanhando grandes conversas e sorrisos. Não depois de ter decidido dar chance às minhas vontades e aos poucos, poder contar para todo mundo que nossas vontades são gentis, elas dão certo sim e mais: elas são o que há de melhor em nós. Escolher o que se quer ser quando crescer é uma escolha infantil e talvez por isso, seja de verdade. Se você escolher o que vai ser depois que cresceu demais, corre o risco de não ter opções de múltiplas escolhas.

"Absurdemos a vida, de leste a oeste", já diria uma das pessoas de Pessoa. E que assim seja daqui por diante.

16 comentários:

  1. Ótimo texto sobre decisões, às vezes deixamos para escolher depois de uma certa idade e o nosso leque já ñ será o mesmo de antes.

    Um ótimo 2011

    ResponderExcluir
  2. Gostei do texto. Feliz 2011, garota. Muitas felicidades nesse novo ano :)

    []'s

    ResponderExcluir
  3. INteressante! sempre estamos pensando demais e nunca tomamos a iniciativa! vamos ser mais audazes e começar a realizar os nossos sonhos e desejos! Excelente Texto ! feliz 2011 para vc
    http://medicinepractises.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. mensagens de iniciativa e atitude....obrigado pela visita e pelos comentarios que sempre serão bem vindos

    seguindo
    http://universovonserran.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Curioso como somos tão escravos de referências, como a entrada de um novo ano. Abs!

    ResponderExcluir
  6. decisões, decisões

    aai feliz ano novo

    ;)

    gostei do seu blog

    gostei msm

    mt coisa legal aqui

    seguindo vc tb

    ok's

    acessa o meu la

    e c gostar pode segir

    vo agradecer mt

    ;)

    acesse
    http://www.iubdeds.com.br

    ResponderExcluir
  7. Somos aquilo que buscamos e acreditamos! Muito bom este texto. Bjs no seu coração. Feliz 2011.

    ResponderExcluir
  8. Oi Adorei o seu blog, passe lá no meu blog de textos, beijos.

    ResponderExcluir
  9. Meu 2010 como o seu foi muito bom. Intenso.
    Cheio de encontros bons.

    2011 promete ser melhor, e espero em breve te trazer pra vida real!

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Dsculpa a demora, mas mt obrigada pela participação no meu blog.
    Volte qnts vzs quisr, pois sua opnião eh mt important para nós.

    Estou seguindo seu blog.


    Um beijo e boa noite.

    Danny

    http://cabecafeminina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Atenderemos o convite! Absurdemos sempre, em qualquer direção.

    onzepalavras@onzepalavras.com

    Beijos, Ana

    ResponderExcluir
  12. olá querida!
    quero agradecer pela mensagem de ano novo, e dizer que se vc consegue tantos leitores e tantos elogios é porque faz por merecer, seus textos são repletos de simbolismos e formas que em cada pessoa deve despertar uma sensação diferente :)
    você tem razão, quando esticamos nosso pé e encontramos o que está no alto da prateleira, o de baixo já não mais interessa, não da maneira objetiva que antes interessava.

    e agora te invejo por ter ido no show do radiohead, ok? HAHAHAHA
    beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Tati!

    Muito obrigada pela visitinha e pelos elogios! A respeito da encomenda de uma receita pro seu blog, eu topo sim, com o maior prazer. Fico aguardando!

    Um beijo grande!

    ResponderExcluir