terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

SE NÃO QUISER ME DAR, ME EMPRESTA?!

 
Ela preferia os retratos do que os breves ensaios literários. Ela tinha dessas coisas de olhar as paredes nas paralelas. De colorir seus vértices com cores sutis. De olhar os blocos de carnaval pela janela. De lembrar de coisas [des]importantes. De guardar o poema que não era seu. Ela ainda me olhava com os olhos de 15 anos. Mas outros 15 se passaram. E juntos, não tivemos filhos. Nem cachorro, nem sofás. Nem mesmo as paredes foram nossas de fato. Temos apenas alguns poucos retratos. E só. E o que nos resta?! Um começo. Alguns carnavais. Alguns dias. E mais outros tantos. E se não quiser me dar, me empresta?!

[...]

Ele apareceu dias desses, sem avisar. No meio de uma marchinha de carnaval. E nos fez [des]propósito.

["Se não quiser me dar, me empresta" é o nome de um bloco de carnaval de Ipanema, RJ]

12 comentários:

  1. Legal o texto, só não gosto de carnavl.
    Se não quiser me dar, me empresta: é o que digo para minhas amigas.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  2. Adorei o nome desse bloco! Tinha q ser Rio né! E o texto amiga, ótimoooo! Como sempre!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o texto! Um pouco triste, mas bonito!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Adorei esse blog....vou favoritá-lo!!! bjs

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo seu blog tá bonito!
    lindo texto!
    me fez lembrar de uma pessoa!

    ResponderExcluir
  7. Simples, delicado, intimista e lindo. Parabéns por tanta doçura expressa nesse verdadeiro poema livre... aplausos e obrigado pela visita!

    ResponderExcluir
  8. Bom,que diga eu de melhor forma o próprio carnaval...Sem carnaval eu não existo...Está me devendo uma passagem ao vivo aqui!!:)Depois lhe mostro umas fotos eu vestido de "coconut tree" pros gringos...:)

    ResponderExcluir
  9. Hm, carnaval? Até então eu não gostava!porém quando eu decidir curtir, finalmente vi como é bom!
    é um lugar antropologicamente falando excepcional, uma vez que temos uma mistura não só de raças, como de classes sociais também!
    Também fiz um post sobre o carnaval em meu blog, querendo dar uma passadinha por lá fique à vontade!
    Já estou seguindo!
    =*

    ResponderExcluir
  10. O texto é um pouco melancolico mas muito bonito.

    ResponderExcluir
  11. O texto é um pouco melancolico mas muito bonito.

    ResponderExcluir