sexta-feira, 5 de setembro de 2008

RELEITURA [em algum momento de 2006 ]

Antes de te conhecer eu já havia conjugado alguns amores. Quase todos intensos. Quase todos pra sempre. Depois de você amei com mais calma. Amei como quem não precisa ter pressa. Com você descobri que não preciso disperdiçar gentilezas. Antes de você eu não sabia o quanto era bom compartilhar silêncios e suspiros. Depois de você descobri que todo silêncio deve ser precedido de um sorriso e que cada suspiro tem de ser ritmado. Antes de você eu não me dava chances. Depois de você tive a certeza que não precisava de nada que era seu. Hoje eu li algumas coisas que já foram nossas e não me reconheci. E o que sobrou de você foram as músicas que não escuto mais e as fotografias que não revelei.

Antes de você eu não ouvia Wilco e não escrevia brevidades. Com você também não. Depois de você as tais gentilezas passaram a ter mais cuidado. Gosto de mim assim.

18 comentários:

  1. ADORO WILCO.

    Você já ouviu o último CD? O SKY BLUE SKY?

    ResponderExcluir
  2. Deve ser mto bom amar assim...hehehe...ainda ñ vivi nada de tão intenso, mas tb sou novo d+....heheheeh

    Depois passa lá no Café com Notícias. Tem post novo lá.

    Abraço,

    =]
    __________________________
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. O texto é metalingüístico, tem estilo.
    E é uma confissão. Algo bem pessoal e opinar é arriscar-se.

    FG

    ResponderExcluir
  4. estilo unico muito bom para ler interesante de mais

    http://vocefazhistoria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. nah sei,mas ainda nah encontrei uma definição sobre amor,enfim,nos blogs que me fizesse dizer,bah é isso mesmu
    mesmo assim eu gostei do texto,tipo febre confencional,ás vezes acho meio tedioso afinal a maioria dos blogs acabam enveredando para este lado

    ResponderExcluir
  6. Maravilhoso o estilo do texto, essa coisa de confissão irônica "sem você eu passo bem demais". ParabénSSS!!!
    Bjimm

    ResponderExcluir
  7. Tati vc escreve lindamente, tanto q de uma relação que não foi amor vc tira coisas maravilhosas. Sou sua fã.

    ResponderExcluir
  8. Gentileza é amiga da parcimônia. Não dá pra ser diferente...

    ResponderExcluir
  9. Tenho de concordar com o "Blog" (putz, que nick genérico :P), hoje, opinar é arriscar-se :P

    Ainda assim um bom texto ^^

    ResponderExcluir
  10. vc é de opiniao forete hein...

    quando puder
    www.prolixolaconico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. nossa! parece que foi bom conhecer, e ficou melhor ainda quando se foi!!

    ResponderExcluir
  12. engraçado como pessoas e situações sempre servem de parametros para mudanças de comportament, sentimento ...

    ResponderExcluir
  13. Primeiro: essa música do Wilco é fantastica, já ouvi muito ela^^
    Gostei bastante do post

    Abraço

    ResponderExcluir
  14. que texto gostoso de ler! lembrou uma frase que eu já ouvi por aí: "Não vou dizer que eu não consigo viver sem você, porque eu consigo. Eu é que não quero!".

    ResponderExcluir
  15. Oi, gatona! Sumi, né? Muitas mudanças na última semana, fui transferida, vida louca, louca... Só pra dar um beijinho e dizer que tô viva!
    :*

    ResponderExcluir
  16. O que fica do amor é o que aprendemos ao vivê-lo. é isso o que faz um amor ser eterno e não o tempo que passamos ao lado da pessoa amada.

    ResponderExcluir
  17. é engraçado como ficamos cegos em alguns momentos da nossa vida e recuperamos a visão rapidinho quando existe uma grande mudança que acaba sendo melhor para nós. Aprendemos sempre.

    ResponderExcluir