domingo, 25 de novembro de 2007

COISAS (QUASE) BANAIS SOBRE NÓS DOIS

Eram acordes de Tom Petty numa tarde quase banal. Quase, me entenda bem. E dias quase banais deveriam acontecer com certa freqüência. Dias quase banais têm aquela sensação de sorrisos em “slow motion”. E eu, que sempre achei que sorriso provoca, naquela tarde entendi que pode ser sinal de tensão. E agora entenda tensão como advérbio. É tensão que modifica o verbo, o adjetivo, mas não o substantivo que há nisso tudo. Afinal, alguma coisa tem de ser ela mesma para nos fazer ter pra onde voltar.
Mas quem disse que eu quero voltar?!
[Definitivamente eu não quero voltar.]
Quero dormir essa noite ouvindo Tom Petty. Sorrindo pra você.
Quero um fim de noite quase banal. Quase, me entenda bem.

13 comentários:

  1. Tom Petty... que coincidência!

    Estava agora mesmo regravando um vídeo Mude, com música de Tom Petty.

    Veja aqui: http://www.cultura.ufpa.br/dicas/arq/info/swf/mude01.swf


    Hoje escrevi um poema erótico. Gostaria de ouvir tua crítica.


    http://www.cultura.ufpa.br/dicas/arq/info/swf/mude01.swf

    ResponderExcluir
  2. não entendi muito o post mas...
    seu blog está super fofo
    bj
    XD

    ResponderExcluir
  3. Um final de noite agradável e sem pretensões... Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  4. Eu boiei um pouco... Me desculpe! Eu procuro dá uma lida em alguns posts para entender qual alinha que a pessoa segue no blog, mas hj to coemntando sem fazer isso.
    De qqer forma vc escreve bem, e escolheu um layout super gostoso!
    Parabénsss!

    ResponderExcluir
  5. Eu casaria com vc se quisesse. Quer?

    ResponderExcluir
  6. Tati,

    O arquivo pode demorar uns 30 segundos para carregar, porque está num site de Cultura da Universidade Federal da Paraíba...

    É um flash com o poema Mude sobre música de Tom Petty. Eu adoro essa música. Experimente.


    Já vou deixar o link no nome: Tom Petty - Mude.


    Abraços, flores, estrelas.
    Edson.

    ResponderExcluir
  7. nenhum momento que seja ao som de Tom Petty Jamais será sequer quase banal.

    ResponderExcluir
  8. slow motion.. faz tempo que isso em nada a mim aparece.. e eu de repente precisava em algumas idas e vindas.

    bjs,



    Texto de hoje: sEnsAçõEs...

    Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

    O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

    ResponderExcluir
  9. Olá!! Como vai??

    Hmm como adorei seu texto, adoro coisas assim, confusas de se entender ;]

    Bjão =**

    ResponderExcluir
  10. Viajei no seu post. Adoro quando isso acontece.

    ResponderExcluir
  11. Não precisamos tentar entender muita coisa... apenas sentir. Quem nunca ouviu Tom Petty, deveria experimentar.

    ResponderExcluir
  12. Maldita mania de tentar entender tudo!!!
    hehehehe... quem disse que o corpo precisa de entendimento das metáforas?????
    humpfff... é o mesmo que tentar explicar a piada!!!

    Enfim.... "quase" banal é ótimo!

    ResponderExcluir