Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2006

O JARDIM SECRETO

Imagem
Se olhar com pressa, é um lugar comum. Mas é longe. Longe de mim. Fico imaginando como seria uma tarde, composta na fotografia que abriga meu desassossego... Eu olho pra ela como se soubesse de suas lágrimas. Eu olho pra mim e me confundo com você. A minha tristeza agora é confusa. Porque naquela fotografia não tem você. Não tem seus olhos que tanto gosto de olhar. Tem apenas a suposição de dias demorados, quando você ainda não existia. Hoje, bem mais perto, mesmo se olhar com pressa sei que não é um lugar comum. E nunca vai ser. No verso, você me empresta o jardim que não tive. E eu olho pra ele em busca da paz que você diz ter. P.S.: Pra ouvir: The thanks I Get

MAIOR ABANDONADO

Eu ainda não sei se detesto mais os socialistas ou os neoliberais. Ainda não decidi se vou fazer doutorado ou se passarei alguns anos vivendo longe de tudo... Eu ainda não entendi o que você quis dizer das últimas vezes, e pensando bem, talvez o amor que dizia sentir, os beijinhos carinhosos e ternos que embriagavam o meu sono, também tenham sido apenas palavras que se juntaram e que entendi errado... Eu não sei, não sei de mim, nem de você. Não sei mais por onde anda. Não sei mais de suas manhãs. Não sei mais o número do seu telefone. Esforcei-me para esquecer (mas ainda o tenho escondido, para um dia, talvez...) Eu não sei se ainda acorda no mesmo horário e se continua perdendo a hora. Se ainda usa gravata e se o seu sorriso ainda se confunde com seu olhar carente. Não sei se ainda és um maior abandonado, ou se apenas usou da canção para me dizer que não deveria levá-lo a sério... Ontem fui até o aeroporto. Olhei para longe. Pedi um sinal. Tomei um capuccino. Olhei as pessoas andando …